Published July 7, 2021 Qual é a importância de um Chief Data Officer para a empresa?

Qual é a importância de um Chief Data Officer para a empresa?

4 shares

À medida que o mercado se desenvolveu e, sua competitividade, aumentou, as empresas se viram na necessidade de criar funções diferenciadas para atender à nova demanda. Com a transformação digital em curso e a importância dos negócios se manterem suportados por plataformas digitais, a captação, gerenciamento e ativação de dados passaram a desempenhar um papel fundamental para o sucesso do negócio

A necessidade de um profissional que possa endereçar cada etapa do processo desde a obtenção, armazenamento, unificação, gestão, limpeza, consentimento e acionamento dessas informações, que no Brasil são reguladas pela LGPD, surgiu. E a importância e representatividade do CDO ficou enorme!

O Chief Data Officer é necessário para a empresa que busca entender as inúmeras informações disponibilizadas diariamente pelos consumidores, sejam estas deixadas por meio de cookies, cadastros, transacionais, dentre outras.

O cargo vem em conjunto com a grande quantidade de processos tecnológicos que chegaram para facilitar e auxiliar a maneira com que as organizações tratam as informações, o que é executado atualmente por soluções disponibilizadas em ambientes cloud e tecnologias já suportadas por ML e IA, por exemplo.

Sim, sei que você entende que é preciso aproveitar o que a tecnologia oferece e usar todas as informações obtidas para alavancar a empresa como um todo. Existe um jargão entre os CDOs e que eu concordo: informação estruturada é poder.

E no caso do gerenciamento de dados com um profissional que conheça negócios e a disciplina, isso pode mudar a forma que a organização converte informações em experiências ricas, únicas e engajadoras e contribuir para identificar e fomentar novos negócios, outrora imperceptíveis, na estrutura.

CDO será um braço direito na empresa

As organizações que realizam a captação de dados e os interpretam com o objetivo de melhorar o desempenho da empresa, se tornam referências pois conseguem direcionar melhor seus negócios e ganhar relevância no mercado. E, sim, essa estruturação é uma das atividades principais do trabalho do Chief Data Officer.

O CDO, agora com demandas estratégicas e de alto impacto, ainda deve conduzir a transformação de negócios com insights de dados e colaborando com os setores de Negócios, Vendas, Marketing, Mídia e TI, buscando identificar oportunidades coletadas junto a demandas de clientes e audiências gerando, assim, insumos fundamentais para a organização como um todo.

Além disso, é importante que o profissional estabeleça padrões corporativos, incluindo até mesmo uma metodologia do ciclo de vida e desenvolvimento de sistemas e usabilidades como um todo. Essa dominação de Business Inteligente passa a ir além de simplesmente comprar uma ferramenta de alto nível do mercado, mas sim, fazer com que a arquitetura interna da empresa esteja preparada o suficiente para que outros executivos consigam acessar facilmente dados em ambiente seguro e com insights poderosos para contribuir com o dia a dia e seus indicadores de performance e desempenho.

Entendendo o cliente: como uma plataforma de dados pode diminuir seu esforço e aumentar os resultados?

Discover the thoughts weighing heavily upon CTOs, CIOs, and IT business leaders, and the solutions to drive agility and growth. É muito mais importante a humanização do atendimento do que uma tecnologia de ponta. Quando esses dois fatores se tornam aliados, o sucesso é algo que pode ser projetado e mensurado, com os devidos pés no chão. E, com esses pontos alinhados, a distância entre o consumidor e o ato da venda se torna muito mais curta. Pensando em cada negócio, é importante que os empreendedores compreendam o seu modelo e saibam tudo sobre ele. A partir daí, escolher a melhor tecnologia para atendê-los da forma mais precisa é apenas o próximo passo para colher bons frutos da união entre experiência e inteligência artificial.

De acordo com a pesquisa Big Data Executive Survey 2020, da NewVantage Partners, 57,3% das 72 companhias entrevistadas nomearam um Diretor de Dados em 2020. Entre os motivos para se ter um profissional especializado na área, 54,6% afirmaram que o CDO tem como principal função gerar receita para o negócio. Já 45,4%, buscam suprir as demandas de compliance e regulamentação.

No primeiro caso, a aquisição de um CDO visando o aumento de receita da organização, aponta para um direcionamento inovador e que pode ser um fator crucial para as empresas que buscam se destacar no mercado. Na pesquisa, 27,90% das empresas que fizeram o recrutamento com esta finalidade conseguiram cumprir, enquanto as demais caminham para este objetivo.

Investimento em tecnologia de dados que suprem demandas de marketing e mídia

Com tanta informação adquirida diariamente, unificar dados anônimos, conhecidos, online ou offline, bem como insights de comportamento, transações, operações e back-office se torna poderoso na mão de empresas que buscam inovar com foco no cliente.

Algumas ferramentas conseguem processar em frações de segundos todas estas fontes de dados e ainda oferecer outputs precisos e baseados em permissões, para os sistemas de marketing e comércio eletrônico, calculando atributos para segmentação, gerenciamento de público e tomadas de decisão assertiva, contextual e enriquecedora.

O Diretor de Dados deve ser um profissional capacitado com foco nos negócios , que entende as estratégias e a direção da empresa, mas que busca endereçar esforços imergindo na “Economia da Experiência” contribuindo também com outras áreas para assertividade de análises, ações e investimentos.

Como em qualquer profissão, este CDO deve ter habilidades e competências específicas. 49% das empresas que participaram da pesquisa da NewVantage Partners, acreditam que este profissional deve ser agente de mudança com novas perspectivas, vindas de fora da organização. Já 16% veem que um Diretor de Dados bem-sucedido deve ser um veterano da companhia, que entende todos os pontos culturais e históricos da empresa.

O sucesso de cada empresa passa pela capacidade de tomar decisões rápidas e as testar na mesma velocidade a tempo de corrigir rotas e avançar. Ficar no mesmo lugar em ambientes tão competitivos com certeza não é uma boa decisão.

E aí, a sua empresa está preparada para sair na frente nesta revolução digital?

Quer saber mais sobre Customer Data e CX?
Veja AQUI.

Share this:
4 shares
Juliano Pontes

Subscribe to our newsletter for the most up-to-date e-commerce insights.